segunda-feira, 21 de Abril de 2014

Lactose & Lactase


A lactose (açúcar no leite) faz parte da composição natural dos lacticínios.
Para ser absorvida a lactose precisa de ser hidrolisada (digerida) no intestino por ação da lactase, uma proteína específica com atividade enzimática. A hidrólise da lactose consiste na separação da lactase nos seus dois componentes mais pequenos: a glicose e a galactose. Só desta forma é possível ocorrer a sua absorção diretamente para a corrente sanguínea.

Se a lactose não for hidrolisada permanece inteira no intestino, sem ser absorvida para a corrente sanguínea, o que pode provocar a drenagem de água para o lúmen intestinal, que por sua vez, pode causar diarreia.
Simultaneamente, a lactose inteira é fermentada por bactérias da flora intestinal (lactobacillus e bifidobacterium), com produção de ácido láctico e hidrogénio, podendo gerar sintomas, como o a distensão abdominal e a flatulência.

Faça já o seu teste de intolerância alimentar e descubra se é intolerante à lactose, ou seja, se o seu organismo não produz quantidade suficiente de lactase, impedindo a hidrólise da lactose.

quinta-feira, 3 de Abril de 2014

Angelina Amorim encontrou "surpresas" no seu teste de intolerâncias

"Gostei muito de fazer o teste de intolerância alimentar desde logo pela forma simples como o teste é feito e também porque o seu resultado é muito completo. Fiquei surpreendida ao saber que não deverei comer alguns alimentos que consumia e quais as consequências destes no meu organismo, o que é muito importante porque, desta forma, posso selecionar com maior segurança e conhecimento a minha alimentação. A saúde é um bem muito valioso e nunca nos devemos esquecer que cabe a nós zelar por ela."

quarta-feira, 2 de Abril de 2014

Intolerância Alimentar na Infância


Detetar as intolerâncias alimentares nas crianças pode não ser uma tarefa fácil, uma vez que elas ainda não conseguem fazer algumas associações do que lhes poderá causar os variados sintomas abdominais.

Por outro lado, com o crescimento, o organismo vai evoluindo no que diz respeito à produção enzimática, sendo esta mais reduzida numa idade precoce.
Assim sendo, muitas vezes a intolerância resolve-se com a exclusão do alimento, mas até chegarmos ao alimento em questão, são feitas experiências que podem privar a criança de alguns nutrientes fundamentais na sua fase de crescimento.

Com o teste de intolerância alimentar conseguirmos facilmente detetar se existe algum alimento ou substância que faça parte do dia alimentar da criança e que pode estar na origem dos sintomas.

Por ser um teste indolor, simples e rápido, é um método de grande utilidade para os mais novos.

sábado, 29 de Março de 2014

Marília Gouveia utiliza teste para ajudar dieta alimentar

A cliente da Avespharma, em Vila das Aves, Santo Tirso realizou o teste de intolerância com a dra. Cláudia Matos e promoteu mudar os hábitos alimentares já que descobriu algumas intolerâncias que podem estar afetar a perda de peso.

segunda-feira, 24 de Março de 2014

Atriz Débora Secco elimina intolerâncias para perder peso



A atriz brasileira Deborah Secco perdeu 11 quilos, o mesmo peso que tinha sido obrigada a ganhar para dar vida a "Laura", uma das personagens do filme 'A estrada do Diabo'. Mas a atriz, de 34 anos, parece já estar de volta aos seus habituais 50 quilos. E para alcançar o objetivo, a dieta de Deborah Secco foi acompanhada por uma médica cardiologista especializada em terapida ortomolecular. O método ao qual a atriz recorreu consiste num estudo médico que analisou quais os alimentos a que a paciente tem intolerância e que deviam ser excluídos. Trigo, limão, pimento, milho, laranja aveia, leite de vaca, ovo e tomate, foram os alimentos considerados problemáticos para Deborah e foram por esse motivo retirados da alimentação da atriz.
Fonte: vidas.xl.pt

quarta-feira, 12 de Março de 2014

Teste de Intolerância Alimentar - um princípio para evitar o aparecimento de doenças

Como já tem vindo a ser referido, existem vários sintomas que podem ser associados como consequência de uma intolerância alimentar. Relembro alguns:
  • Sintomas Gastrointestinais - diarreias agudas ou obstipação, distensão abdominal, gases, cólicas e flatulência, azia e enfartamento, refluxo.
  • Sintomas Dermatológicos - irritações na pele, dermatites, eczemas.
  • Sintomas Neurológicos - stress e ansiedade, náuseas e tonturas, cefaleias e enxaquecas.
  • Sintomas Respiratórios - asma, constipações frequentes, faltas de ar.
  • Sintomas Físicos - dores musculares.
Uma boa parte da população sofre diariamente com o desconforto causado por estes sintomas, causando mal-estar e afetando as tarefas do dia-a-dia.
Muitas pessoas também já experimentaram o alivio destes sintomas através do uso de fármacos ou de produtos naturais.
Já pensou que tudo isso pode ser atenuado com uma simples mudança de hábitos alimentares?
Conhecer quais os alimentos que toleramos melhor pode ser um caminho para evitar o aparecimento de doenças, provocadas pela agressão contínua que o organismo sofre devido à escolha errada de alimentos, (mesmo aqueles que consideramos "saudáveis").

O teste de intolerância alimentar, para além de ser rápido, indolor e não invasivo, pode ajudá-lo a melhorar a sua qualidade de vida, agora, e no futuro.

quinta-feira, 27 de Fevereiro de 2014

Intolerância à lactose

A intolerância à lactose continua a ser uma das intolerâncias alimentares com mais prevalência entre a população portuguesa.

A lactose é um dissacarídeo presente no leite e seus derivados, que necessita de ser quebrado para ser digerido pelo organismo. Essa quebra é realizada pela lactase, a sua enzima. Quando há uma intolerância à lactose, significa que o organismo não produz lactase suficiente para separar a lactose em galactose e glicose, e assim serem metabolizadas individualmente.

A má absorção da lactose pode levar à irritação da mucosa intestinal. Repetidas lesões podem levar a futuras alergias alimentares.
Ou seja, a intolerância caracteriza-se pela dificuldade na digestão e absorção de alimentos e seus constituintes, através de reações adversas que podem surgir a longo prazo. A alergia é uma resposta imunológica e imediata, com sintomatologia de maior agressividade. Quando apresenta intolerância à lactose, não significa que é alérgico, mas será necessário tomar medidas preventivas para que essa intolerância não se desenvolva para a alergia.

Para solucionar o problema e para que o organismo possa produzir lactase, é fundamental retirar a lactose da alimentação. Os sintomas também se podem atenuar com o uso de probióticos ou a utilização de enzimas digestivas. Tudo isto depende do grau de intolerância que apresenta.

Faça já o seu teste de intolerância alimentar e descubra como o seu organismo se comporta ao nível de produção da lactase e de outras enzimas digestivas.